Início » Prazo final para renegociar dívidas com Desenrola Brasil se aproxima

Prazo final para renegociar dívidas com Desenrola Brasil se aproxima

Desenrola Brasil na Faixa 1 termina na próxima segunda-feira (20)

A+A-
Reset
DestaqueEconomia

Na próxima segunda-feira (20) se encerra o prazo para renegociar dívidas sob condições do Programa Desenrola Brasil para devedores que se encaixam na Faixa 1. De acordo com dados do Ministério da Fazenda, até semana passada, 14,75 milhões de pessoas já haviam renegociado quase R$ 51,7 bilhões em dívidas.

Prazo para renegociar dívidas com Desenrola Brasil está perto de acaba

Prazo para renegociar dívidas com Desenrola Brasil está perto de acabar – Foto: Reprodução/Freepik

Iniciada em outubro de 2023, a Faixa 1 contempla pessoas com renda de até dois salários mínimos ou inscritas no CadÚnico. A etapa também contempla dívidas negativadas entre janeiro de 2019 e dezembro de 2022.

Além disso, elas não podem ultrapassar o valor atualizado de R$ 20 mil reais, antes dos descontos do Desenrola.

Assim, por meio do programa, inadimplentes poderão ter acesso a descontos de 83%, em média. Segundo o ministério, em algumas situações o abatimento pode ultrapassar 96% do valor devido.

Entenda o Desenrola Brasil

Etapa abarca dívidas vencidas entre janeiro de 2019 e dezembro de 2022

Prazo para renegociar dívidas com Desenrola Brasil está perto de acabar – Foto: Divulgação

Do mesmo modo, contas atrasadas de energia, água, telefonia e comércio varejista também podem ser negociadas. Inclusive, a plataforma do Desenrola permite parcelar a renegociação com bancos nos quais a pessoa não tenha conta.

Para quem tem mais de duas dívidas, é possível juntas todos os débitos e fazer uma só negociação, escolhendo o pagamento a vista em um único boleto ou PIX.

Para acessar o Desenrola, é preciso possuir uma conta Gov.br. Usuários de todas as categorias de contas, como bronze, prata e ouro, podem ver as ofertas de negociação e parcelar os pagamentos. Se o cidadão escolher utilizar canais parceiros, não é obrigatório o uso da conta Gov.br.

desenrola brasilEconomiaO BrasilianistapolíticaRenegociação de dívidas

Usamos cookies para aprimorar sua experiência de navegação. Ao clicar em "Aceitar", você concorda com o uso de cookies. Aceitar Saiba mais