Início » “Energias da Amazônia” promove transição energética inclusiva, diz Alexandre Silveira
DestaqueEconomia
A+A-
Reset

“Energias da Amazônia” promove transição energética inclusiva, diz Alexandre Silveira

O programa “Energias da Amazônia”, de acordo com o ministro de Minas e Energia, Alexandre Silveira, tem o intuito de fortalecer a transição energética inclusiva no fornecimento de energia elétrica à população da região amazônica. A iniciativa da pasta foi criada em agosto de 2023.

Ele também pontua que o objetivo do “Energias da Amazônia” é garantir a qualidade e segurança do suprimento de energia elétrica para os mais de 3,1 milhões de pessoas que dependem dos sistemas isolados na região.

Leia mais! Ministério da Justiça prorroga emprego da Força Nacional na Amazônia Legal

– Energias da Amazônia vai melhorar a vida das pessoas, vai levar desenvolvimento para a Amazônia e ao mesmo tempo contribuir para diminuir a emissão de gases de efeito estufa – completou Silveira.

Energias da Amazônia

Foto: Freepik

O programa tem levado qualidade e segurança no suprimento de energia elétrica para a população da região. Conforme da pasta, isso acarreta em uma redução na geração de energia a partir de óleo diesel e na emissão de CO2. Além disso, diminui os encargos do setor elétrico brasileiro pagos por todos os consumidores de energia elétrica. Ainda, visa proporcionar qualidade no serviço de energia para a população.

Investimentos para o Energias da Amazônia

Estão previstos cerca de R$ 5 bilhões em investimentos para viabilizar a transição dos sistemas isolados da Amazônia. De acordo com Alexandre Silveira, estima-se que as atuais 211 localidades emitem cerca de 2,3 milhões de toneladas de CO2 anualmente. Os dados são de geração de 2022.

Leia mais! Leilões de energia elétrica geraram R$ 40 bilhões

– Durante a execução do Programa, dados mostram que podem ser evitados a emissão de cerca de 1,5 milhão de toneladas CO2 decorrentes da redução ou substituição do óleo diesel como principal fonte para a geração de energia elétrica na região Amazônica – finalizou o chefe da pasta.

Leia mais! Brasil recebe 5,3 mil km de linhas de transmissão em 2023

Sistemas isolados

São localidades que utilizam termelétricas para geração de energia em regiões que ainda não possuem linha de transmissão interligando ao restante do país. As usinas, na maioria, usam óleo diesel. Os mais de 200 sistemas isolados da Amazônia Legal estão espalhados em seis estados do Norte.

Energias da Amazônia

Foto: divulgação/TV Brasil

Os sistemas isolados têm um alto nível de perdas, com localidades chegando a mais de 70% do total. O estado do Amazonas é o que concentra o maior número de sistemas isolados – são 97 no total.

Usamos cookies para aprimorar sua experiência de navegação. Ao clicar em "Aceitar", você concorda com o uso de cookies. Aceitar Saiba mais

-
00:00
00:00
Update Required Flash plugin
-
00:00
00:00