Presidente da República Jair Bolsonaro. Foto: Alan Santos/PR

O presidente Jair Bolsonaro participou, nesta quarta-feira (23) de um painel promovido pelo BTG Pactual e mediado pelo CEO da Arko Advice, Murillo de Aragão. Também estavam presentes o ministro da Economia, Paulo Guedes, o ministro da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas, e o ministro da Casa Civil, Ciro Nogueira. Na conversa assuntos como economia, política, atual governo e eleições foram discutidos.

O presidente afirmou que, se for reeleito, vai encontrar um Congresso Nacional mais favorável às pautas do seu governo. “Em 2022 haverá uma grande melhora das casas legislativas. Praticamente 40% do Congresso vai ser renovado. Mas, povo, isso só será possível dependendo do presidente que vocês escolherem. Acredito que vem muita gente da direita, porque da esquerda é sinônimo do fracasso. Com isso, vamos poder aprovar cada vez mais projetos.”

Além disso, o presidente defendeu que seu governo desburocratizou a economia. “Nós sempre olhamos para os mais humildes. Hoje nós temos o PIX, que é uma plataforma incrível, sem taxas, que uma pessoa com o código do PIX na mão se torna um microempreendedor”.

Bolsonaro, que participou remotamente, deixou a plateia incomodada quando passou a palavra para o ministro Paulo Guedes em perguntas feitas por Murillo sobre emprego, reformas, OCDE e inflação.

 

Autor

  • Jornalista pela Universidade Católica de Brasília. Nascida em Brasília-DF, tem passagem como repórter na Rádio Senado. No site O Brasilianista cobre política e economia.