Ciro Gomes discursa no lançamento da pré-candidatura. Foto: PDT/Divulgação

O pré-candidato à presidência da República, Ciro Gomes (PDT), afirmou, em um painel promovido pelo BTG Pactual nesta quarta-feira (23), que o presidente Jair Bolsonaro é genocida e teve uma atitude anticientífica durante o combate à pandemia.

“Em 2018 nós, políticos, minimizamos o risco do governo Bolsonaro ‘não, isso não. Isso é ridículo, nós conhecemos ele, não tem a menor chance’, veio uma faca e pronto, o é o presidente do Brasil. O resultado prático da média de mortes no Brasil pela covid é 4x maior do que a média de mortes no mundo. E a única explicação é a atitude genocida, anti-científica, negacionista das nossas autoridades”.

Eleições 2022

O ex-ministro da Fazenda é um dos pré-candidatos à presidência da República para o ano de 2022. No evento do BTG Pactual, Ciro Gomes se mostrou bem otimista para as eleições deste ano. De acordo com Ciro, ele tem proposta para uma mudança no país que que ele seja melhor visto para os brasileiros e para o exterior. Ciro Gomes disse que a princípio sua intenção é chegar no 2º turno para poder ser eleito.

Nas eleições presidenciais de 2018, Ciro ficou em 3º lugar no primeiro turno com apenas 12,47 % dos votos.

 

Autor

  • Jornalista pela Universidade Católica de Brasília. Nascida em Brasília-DF, tem passagem como repórter na Rádio Senado. No site O Brasilianista cobre política e economia.