Início » Projeto permite análise de irregularidades em benefícios do INSS
Economia
A+A-
Reset

Projeto permite análise de irregularidades em benefícios do INSS

O texto prevê que o INSS adote um plano de dados abertos com padrões mínimos para facilitar o entendimento dos beneficiários

Projeto de lei prevê a criação de dois programas permanentes no âmbito do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) para revisão de benefícios concedidos com indícios de irregularidades. Além disso, para revisão de pedidos de benefícios negados com por algum problema. As comissões de Previdência, Assistência Social, Infância, Adolescência e Família; de Finanças e Tributação; e de Constituição e Justiça e de Cidadania ainda analisarão a proposta.

De acordo com dados do Tribunal de Contas da União (TCU),  foram gastos R$ 92 bilhões em pagamentos de benefícios pela justiça, entre 2017 a 2018.

Leia mais! INSS ESTABELECE PRAZO PARA EMPRESAS EQUIPARAREM OFERTAS NO CARTÃO CONSIGNADO

São considerados processos com indícios de irregularidade na concessão de benefícios esses com potencial risco de gastos indevidos. Veja as hipóteses:

  1. Potencial acúmulo indevido de benefícios;
  2.  Potencial pagamento indevido de benefícios previdenciários e assistenciais;
  3. Suspeita de óbito do beneficiário;
  4. Benefícios pagos em valores superiores ao teto previdenciário adotado pelo Regime Geral de Previdência Social;

Caráter permanente

O autor da proposta, deputado Samuel Viana (Republicanos-MG), afirma que o objetivo é assegurar o caráter permanente da revisão de benefícios com indícios de irregularidade. Ele lembra que programa similar criado em 2019 tinha caráter temporário e não está mais ativo.

INSS

Foto: Pablo Valadares/Câmara dos Deputados

– Além disso, [no programa de 2019] não havia a preocupação de analisar benefícios negados indevidamente – alertou.  De acordo com o deputado, nesses casos, além de prejudicar segurados e dependentes, a concessão do benefício por via judicial pode gerar gastos adicionais ao INNS com honorários, perícia, custas, juros, etc.

Leia mais! TCU: MME PODERÁ SEGUIR COM CONCESSÕES DE DISTRIBUIDORAS DE ENERGIA ELÉTRICA

Dados Abertos

Com isso, o texto prevê ainda a adoção, pelo INSS, de um plano de Dados Abertos, com padrões mínimos para facilitar o entendimento. Além disso, ajudar na reutilização das informações por qualquer cidadão. O plano deve garantir acesso irrestrito às bases de dados em formato aberto.

Leia mais! TABELA DE CONTRIBUIÇÃO INSS 2024: VEJA ATÉ QUE VALOR PODEM DESCONTAR DO SEU SALÁRIO

– Estamos na era dos dados e não é aceitável que deixemos de aproveitar o potencial do uso desses dados e as tecnologias disponíveis, como inteligência artificial . Sendo assim, poderemos  obter informações e promover a melhoria da prestação de serviços pelo INSS – diz o autor.

 

Usamos cookies para aprimorar sua experiência de navegação. Ao clicar em "Aceitar", você concorda com o uso de cookies. Aceitar Saiba mais

-
00:00
00:00
Update Required Flash plugin
-
00:00
00:00