Início » Haddad analisa novo formato para reoneração da folha
DestaqueEconomia
A+A-
Reset

Haddad analisa novo formato para reoneração da folha

O ministro da Fazenda, Fernando Haddad, consentiu em pensar em um novo formato para a reoneração da folha de pagamento. Contudo, o chefe da pasta afirma que não cogita recuar no plano do governo de retomar a cobrança de impostos sobre a contratação de funcionários em setores que hoje são beneficiados pela desoneração.

O ministro Fernando Haddad se reuniu, nessa segunda-feira (15), com o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD-MG). O encontro teve como principal objetivo retomar as negociações de acordo em torno da Medida Provisória (MP) da reoneração da folha.

Leia mais! Reoneração é importante para equilíbrio das contas, diz Durigan

Após o encontro, o líder do governo, Jaques Wagner (PT-BA), negou que houvesse qualquer tipo de discussão sobre devolução da medida provisória pelo Congresso, linha seguida também pela Fazenda. De acordo com interlocutores, Haddad tem insistido nas conversas sobre o tema que – não haverá mudança no mérito e sim na forma -.

reoneração da folha

Foto: Fabio Rodrigues-Pozzebom/ Agência Brasil

Leia mais! Haddad se reúne com Pacheco para discutir reoneração da folha

Reoneração da folha

A MP da folha de pagamento prevê que haverá uma reoneração gradual pelos próximos quatro anos sobre a folha de pagamento. De acordo com a Fazenda, o objetivo é recuperar R$ 6 bilhões em arrecadação em 2024.

Contudo, o governo determinou que a desoneração só deve incidir sobre o primeiro salário-mínimo recebido pelos empregados. A cota patronal de contribuição à Previdência Social, contudo, fica restabelecida para pagamentos acima desse valor.

Usamos cookies para aprimorar sua experiência de navegação. Ao clicar em "Aceitar", você concorda com o uso de cookies. Aceitar Saiba mais

-
00:00
00:00
Update Required Flash plugin
-
00:00
00:00