Início » Boletim Focus: mercado aumenta previsão do PIB de 1,52% para 1,59%
DestaqueEconomia
A+A-
Reset

Boletim Focus: mercado aumenta previsão do PIB de 1,52% para 1,59%

O Boletim Focus desta segunda-feira (8) indicou o aumento da previsão do Produto Interno Bruto (PIB) para o ano de 2024 de 1,52% para 1,59%. Este é o segundo relatório do ano publicado pelo Banco Central.

Leia mais! Governo erra ao editar MP da Reoneração da folha

Apesar da projeção superior em relação à semana anterior, o número é abaixo do crescimento de 2,92% projetado pelo mercado financeiro para o ano de 2023. O resultado consolidado do crescimento econômico do ano passado será divulgado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) em 1º de março. Para os próximos anos, 2025 e 2026, o relatório mantém as projeções de crescimento de 2% da economia brasileira. 

Inflação se mantém em Boletim Focus

A inflação de 2024 deve ficar em 3,9% ao ano, segundo projeção do relatório do BC. O número se mantém estável após redução de 0,01% no primeiro relatório do ano, divulgado na terça-feira passada (2). 

A projeção está dentro da margem de tolerância da meta de inflação para este ano, que é de 3%. O limite inferior é 1,5% e o superior é 4,5%. 

Boletim Focus ajuste previsão do PIB para 2024

Boletim Focus ajuste previsão do PIB para 2024. Foto: Freepik

Em relação ao ano de 2023, a inflação deve ficar em 4,47%, para o mercado financeiro. Houve um aumento de 0,01% na projeção em comparação à semana anterior. O IBGE divulgará os dados consolidados do Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) de 2023 no dia 11 de janeiro. 

Taxa básica de juros

A Selic, taxa básica de juros definida pelo Banco Central, será de 9% no ano de 2024, segundo a previsão do mercado financeiro. O índice se mantém inalterado em relação à semana anterior. Atualmente, a taxa Selic está em 11,75% ao ano, após quatro reduções seguidas promovidas pelo Banco Central. 

Leia mais! Exportações brasileiras fecham 2023 com superávit de US$ 98 bi

A ata da última reunião apontou, ainda em 2023, que o colegiado deve seguir com a política de cortes nos próximos encontros, mas não há garantias por quanto tempo e qual a extensão de novos ajustes na Selic. A primeira reunião do Copom neste ano deve ocorrer em 30 e 31 de janeiro.

Confira aqui o Boletim Focus desta segunda-feira (8).

Usamos cookies para aprimorar sua experiência de navegação. Ao clicar em "Aceitar", você concorda com o uso de cookies. Aceitar Saiba mais

-
00:00
00:00
Update Required Flash plugin
-
00:00
00:00