terça-feira, 28 junho, 2022

Novo rito de MPs trará dificuldades para o governo

  Nesta semana, o Senado vota a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) que muda o rito de tramitação das medidas provisórias. A matéria foi...

Risco de ingovernabilidade com novo rito de MP

Por Antônio Augusto de Queiroz (*) O Congresso Nacional, por intermédio de Proposta de Emenda à Constituição – PEC 91/2019, propõe mais uma modificação no...

Quem pode mais pode menos

Está em discussão no STF se venda de estatal precisa de aval do Congresso Nacional ou até de licitação. O tema está em pauta...

As ruas são bolsonaristas, porém…

As recentes e significativas manifestações a favor do presidente Jair Bolsonaro mostram a existência de um movimento de massa disposto a sair às ruas,...

Limites para a edição de medidas provisórias

A caneta do presidente Jair Bolsonaro pode ficar com menos tinta em breve. Isso porque o Congresso Nacional está disposto a restringir a edição...

Desafios adicionais para Paulo Guedes

A piora do clima social no Brasil, consequência da lenta recuperação da economia, transformou-se num desafio adicional para o ministro da Economia, Paulo Guedes. Recentemente, ao participar...

Brexit: May não demonstrou nem a habilidade nem a força de Margaret Thatcher

"Em 1984, a primeira-ministra britânica Margaret Thatcher estava sendo duramente pressionada pelo poderoso sindicato dos mineiros do norte do país. Liderada por Arthur Scargill,...

Hello, o Congresso Nacional também foi eleito  

Bolsonaro e o Legislativo são igualmente legítimos, pois respaldados por milhões de votos. A diferença é que Bolsonaro representa uma parte da vontade popular;...

Os novatos pedem passagem

Numa Câmara dos Deputados que trocou quase metade de sua composição na atual legislatura, a renovação também se espelha no rejuvenescimento. Uma nova geração...

A névoa e a ponte

Ao nos aproximarmos da ponte que nos levará a um futuro de investimentos e desenvolvimento, nos deparamos com um intenso nevoeiro político. Parte dele...

Parlamentarismo branco em ação

A inoperância política da gestão de Jair Bolsonaro no Congresso Nacional tem impulsionado a ideia de se instalar no país um sistema de governança...

Reforma tributária volta à agenda política

Todo início de governo e de Legislatura, o debate sobre as reformas estruturais, como a política e a tributária, volta à tona. Desta vez,...

Bolsonaro, entre a autosabotagem e o messianismo

Seus atos exibem um presidente sabotando a própria administração. Suas atitudes convergem em direção ao messianismo cultural. Além disto, é incapaz de diferenciar articulação...

O papel essencial das distribuidoras de energia

Por Adriano Pires* O Estado de S.Paulo Estão em discussão algumas propostas para uma possível redução de tarifas do gás natural e da energia elétrica, além...

As duas reformas da previdência, uma justa e outra necessária

O Congresso Nacional pode ajudar a diminuir a desigualdade entre os mais aquinhoados e a patuleia. Isto não muda a realidade de que o...

CCJ analisa Reforma Tributária

A Comissão de Constituição e Justiça da Câmara discute, na terça-feira, o parecer do deputado João Roma (PRB-BA) à proposta de Reforma Tributária apresentada...

A primeira liberdade

Uma das lutas da humanidade é para podermos falar o que pensamos sem sermos punidos, coagidos ou até mesmo mortos. A essência da evolução...

Um Houdini no Planalto? Michel Temer terá que fazer mágica

Em 1911, o mágico húngaro-americano Harry Houdini executou sua “mágica” mais inusitada até aquele momento. Um animal – que até hoje não se sabe...

Nós, os patos

A certa altura de sua entrevista à GloboNews, o ministro da Economia Paulo Guedes soltou uma pérola: “A minha interpretação é que está ficando muito claro para o brasileiro comum o seguinte: tem cinco bancos, tem seis empreiteiras, tem uma produtora de petróleo, tem três distribuidoras de gás e tem

Eleito presidente, Bolsonaro deve agradecer ao PT

A maioria dos quase 116 milhões de eleitores que se dispuseram a votar neste domingo, 28, elegeu para presidente da República o deputado Jair Bolsonaro. Porém, antes de agradecer aos 57,7 milhões que o escolheram, o capitão reformado do Exército deve gratidão ao PT de Lula.