Imagem: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Com a provável saída de Márcio França da corrida eleitoral ao governo do Estado de São Paulo circularam informações de que o PSD de Gilberto Kassab poderia apoiar o candidato do PT ao governo, Fernando Haddad. A possibilidade é remota.

As bases do PSD em São Paulo são, na sua maioria, contra o PT. O pré-candidato do partido, Felício Ramuth, já se manifestou contra o PT, um antigo adversário na Prefeitura de São José dos Campos.

Fontes ouvidas pelo Brasilianista afirmam que a tendência no partido é de apoio ao candidato Tarcísio de Freitas (Republicanos), onde Afif Domingos, do PSD, trabalha na coordenação de seu programa de governo.

Desistência de Márcio França

Márcio França deve disputar a corrida para o Senado, desistindo então da sua candidatura a governador do Estado de São Paulo. A decisão ocorreu após reunião de França com Fernando Haddad, o ex-presidente Lula e seu vice na campanha presidencial, Geraldo Alckmin. Com a saída de Márcio França, a chapa de Lula ofereceu a vaga de suplente do Senado ou vice de Haddad para Gilberto Kassab, a fim de ganhar o apoio do PSD em São Paulo e na candidatura petista.