(foto: Miguel Schincariol/AFP)

A pesquisa PoderData sobre a sucessão presidencial divulgada hoje (16), mostra um cenário de estabilidade. O ex-presidente Lula (PT) lidera com 40% das intenções de voto, mesmo percentual da simulação anterior (27/02 a 01/03). O presidente Jair Bolsonaro (PL), que está em segundo lugar com 30%, oscilou negativamente dois pontos, percentual que está dentro da margem de erro de dois pontos percentuais para mais ou para menos. A diferença de Lula para Bolsonaro, que era de 8 pontos no levantamento anterior, oscilou agora para 10 pontos.

Na terceira posição aparecem os ex-ministros Ciro Gomes (PDT) e Sergio Moro (Podemos) com 7% das intenções de voto cada um. Os governadores de São Paulo (SP), João Doria (PSDB), do Rio Grande do Sul (RS), Eduardo Leite (PSDB), a senadora Simone Tebet (MDB), e o deputado federal André Janones (Avante) aparecem com 2% das intenções de voto cada um. Brancos, nulos e indecisos somam 8%.

Na simulação de segundo turno, Lula venceria Bolsonaro por 50% a 36%, uma diferença de 14 pontos. No levantamento anterior, Lula vencia Bolsonaro por 51% a 37%. Ou seja, as oscilações ficaram dentro da margem de erro.
Lula também venceria Moro (44% a 30%), Ciro (44% a 22%) e Doria (47% a 18%). Bolsonaro, por sua vez, empataria tecnicamente com Ciro (42% a 41% em favor do pré-candidato do PDT) e venceria Moro (39% a 34%).

Apesar de estar atrás de Lula nas simulações de segundo turno, Bolsonaro melhorou seu desempenho. Na sondagem anterior, o presidente perdia para Ciro e empatava com Moro. Agora, Bolsonaro empata com Ciro e vence Moro.

A pesquisa foi realizada de 13 a 15 de março de 2022, e entrevistou 3.000 pessoas com 16 anos de idade ou mais em 265 municípios nos 26 estados e o Distrito Federal. A pesquisa está registrada no Tribunal Superior Eleitoral sob o número BR 00835/2022.