Foto: Marcos Santos/USP Imagens

 

 

O Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro cresceu 4,6% em 2021, é o que aponta estudo divulgado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), nesta sexta-feira (4). Nesse recorte, a economia movimentou R$ 8,7 trilhões no ano passado.

Em nota, o ministério da Economia comemorou o crescimento, apontando que a economia brasileira recuperou o nível de atividade antes da pandemia, mostrando uma recuperação econômica em “V”.

A pesquisa mostra também que houve um avanço na produção, no setor de serviços, de 4,7%, e na indústria que registrou aumento de 4,5%. Enquanto isso, a agropecuária mostrou um recuo de -0,2%.

Para 2022, o Ministério da Economia diz que há fatores positivos, como a continuidade da retomada do mercado de trabalho e a criação de vagas de emprego. Outro destaque é a boa perspectiva dos investimentos privados, que segundo os indicadores de produção de bens de capital e sondagem com empresários sugerem um cenário positivo para este ano.

Segundo a pasta, os dados do Programa de Parcerias de Investimentos (PPI) indicam que deverão ser investidos cerca de R$ 78 bilhões neste ano. Desta forma, o impacto esperado da ampliação dos projetos do PPI para 2022 no investimento será de R$ 38 bilhões.

Autor