Senador Roberto Rocha (PSB-MA). Foto: Marcos Oliveira/Agência Senado

O relator da proposta de Emenda à Constituição da Reforma Tributária (PEC 110/2019), Senador Roberto Rocha (PSDB-MA), está finalizando o parecer que será lido na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado Federal, nesta quarta-feira (23).

Em entrevista à Arko Advice, Rocha disse que já recebeu mais de 200 sugestões de emendas e afirmou estar em constante diálogo com os parlamentares para convergir sobre o que for possível. Ele discorda da tese de que a Reforma não será aprovada em 2022 por se tratar de ano eleitoral. “Não tenho a menor dúvida de que na primeira quinzena de março a gente (Senado) finaliza tudo em plenário”, declarou.

A expectativa é que seja feito pedido de vistas após a leitura do relatório, o que deve adiar a análise em cinco dias. Segundo o presidente da comissão, a votação pode ficar para depois do carnaval. Se aprovada na CCJ, a PEC segue para o Plenário.