Início Home Como foi a reunião entre Paulinho da Força e Alckmin

Como foi a reunião entre Paulinho da Força e Alckmin

Alckmin mostrou estar preocupado com debate sobre reforma trabalhista

Paulinho da Força com Geraldo Alckmin. Foto: divulgação

O convite do presidente do Solidariedade, o deputado federal Paulinho da Força, para que Alckmin se filie ao partido foi feito na manhã desta segunda-feira (10), em uma padaria em São Paulo. Em conversa com a Arko Advice, Paulinho da Força contou como foi o encontro. Ele avaliou que, das vezes que se encontraram, essa foi a que Alckmin mais falou.

Os temas foram todos de abrangência nacional, o que, para o líder do Solidariedade, indica que Alckmin já abandonou a ideia de concorrer ao governo de São Paulo. De acordo com Alckmin, e Paulinho da Força concordou, não há espaço para terceira via: a disputa vai ser entre Lula e Bolsonaro.

De acordo com Paulinho da Força, Alckmin disse estar preocupado com o posicionamento do PT em relação à reforma trabalhista realizada no governo Temer. O ex-governador perguntou qual a opinião do Solidariedade nesse tema. Ouviu que em momento nenhum o partido pediu a revogação da reforma e que “ninguém quer a volta do imposto sindical”. Contudo, Paulinho da Força disse defender que as assembleias tenham poder de decidir sobre a contribuição sindical.

Já no campo das avaliações políticas, Alckmin disse que o Brasil se tornou um “pária internacional”, com a falta de investimentos vindos do exterior. Disse também que emprego e renda devem ser os principais temas das eleições deste ano. Falou, com preocupação, do surgimento de moradores de rua em Pindamonhangaba, cidade onde nasceu e onde foi prefeito, como indício da situação desfavorável da economia.


Autor

  • Jornalista brasiliense formado pela Universidade de Brasília (UnB). Tem passagem como repórter pelo Correio Braziliense, Rádio CBN e Brasil61.com. No site O Brasilianista cobre economia e política.