Dep. André Fufuca (PP-MA). Foto: Luis Macedo/Câmara dos Deputados

O relator do projeto do novo Refis, deputado André Fufuca (PP-MA), alguns líderes partidários e a equipe técnica do Ministério da Economia reuniram na terça-feira (14) para tentar um acordo para votação da proposta.  Porém, o encontro acabou gerando efeito contrário.

O relator não abre mão de ampliar o programa tanto nos prazos como nos descontos dados para a antecipação das dívidas e nas amortizações. Os técnicos da Economia já acionaram o ministro Paulo Guedes, que, por sua vez, já acionou o ministro da Casa Civil, Ciro Nogueira, para “desarmar” a bomba.

O governo já tem o memorial de cálculo para o texto aprovado no Senado, mas considera que a ampliação do texto entregue pelo relator acarretará problemas na hora do fechamento do orçamento. Novas reuniões devem ocorrer ao longo do dia.

Em entrevista à Arko Advice, Fufuca defendeu a ampliação. Disse que a tabela aprovada pelo Senado limita a adesão das empresas ao programa.

“A tabela que veio do Senado, uma tabela bastante construtiva, feita através do acordo com lideranças do Senado, é muito importante. Porém, no meu ponto de vista e de várias Lideranças da Câmara, é bastante complexa. Inclusive, é bastante obstrutiva a várias empresas que devem no Brasil”, disse.


Cliente Arko fica sabendo primeiro

Assine o Arko Private, serviço Arko para pessoa física, e tenha acesso exclusivo a um canal privado de interatividade e alertas em tempo real, além de relatórios, Lives Exclusivas e eventos especiais com figuras notáveis da nossa rede de contatos.