Plenário da Câmara vazio. Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

O líder do governo na Câmara, deputado Ricardo Barros (PP-AL), convocou uma reunião com líderes da base aliada para as 11h de hoje.

A intenção é tentar emplacar uma pauta de interesse do Palácio do Planalto. Entre as prioridades estão o programa BR do Mar, autonomia do Banco Central, plano de recuperação fiscal dos estados, regulamentação do Fundeb e programa Casa Verde e Amarela.

Entretanto, o presidente Rodrigo Maia (DEM-RJ), a quem compete definir a agenda de votações da Casa, resiste. Em sua visão, o que deve ser votado são matérias de alcance econômico-fiscal imediatos. Nesse sentido, defende a votação da PEC Emergencial e reforma tributária.

A oposição, pelo seu lado, promete continuar fazendo obstrução para pressionar pela votação da MP 1000/20, que prorrogou o pagamento do auxílio emergencial até dezembro com o valor de R$ 300.

Leia mais: