Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil

O primeiro turno das eleições acontece no próximo domingo, 15. No mercado a preocupação é se Câmara e Senado irão retomar a agenda de votações. Não há clareza sobre isso.

Em primeiro lugar, há expectativa de que teremos segundo turno em 20 das 26 capitais. Isso sem falar em outras cidades com mais de 200 eleitores.

A disputa sobre a sucessão na Câmara, pela presidência da Comissão Mista de Orçamento e a obstrução da oposição tendem a continuar dificultando votações.

O apagão no Amapá deixou o presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), furioso.

Informações obtidas pela Arko Advice na liderança do governo no Senado apontam para a possibilidade de que a sessão do Congresso para analisar vetos presidenciais, previsto para o dia 18, pode ser adiada para dezembro.

Enfim, há algumas dificuldades políticas para que as votações sejam retomadas. O retorno poderá ser mais lento do que se imaginava.