Início » Votação da reforma Previdência é adiada na CCJ
Política
A+A-
Reset

Votação da reforma Previdência é adiada na CCJ

A votação do relatório da reforma da Previdência estava marcada para esta terça-feira (24). No entanto, após um acordo de lideranças no Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP) convocou sessão do Congresso Nacional para analisar vetos presidenciais e a Lei de Diretrizes Orçamentárias. 

A sessão da Previdência foi remarcada para quarta-feira (25) na Comissão de Constituição e Justiça. O relator da matéria, Tasso Jereissati (PSDB-CE), foi surpreendido ao encontrar o plenário da comissão vazio na terça. “Acho um erro adiar a Previdência. O Brasil todo está esperando por isso. Mas vamos obedecer às lideranças”, disse.

A explicação oficial para adiar a votação foi que, Alcolumbre e alguns senadores realizaram uma audiência, nesta terça-feira (24), com o presidente do Supremo Tribunal Federal, Dias Toffoli. Na ocasião, foi entregue pessoalmente um recurso contra a decisão do ministro Luís Roberto Barroso sobre a ação da Polícia Federal na quinta-feira passada (19), que fez buscas e apreensões na casa do líder do governo e em seu gabinete, Fernando Bezerra Coelho (MDB-PE). 

 

Usamos cookies para aprimorar sua experiência de navegação. Ao clicar em "Aceitar", você concorda com o uso de cookies. Aceitar Saiba mais

-
00:00
00:00
Update Required Flash plugin
-
00:00
00:00