Início » Senado pode votar PEC dos Precatórios nesta quarta-feira (1º)
Notícias

Senado pode votar PEC dos Precatórios nesta quarta-feira (1º)

A+A-
Reset

A Proposta de Emenda à Constituição (PEC) dos Precatórios, continua enfrentando dificuldades para ser aprovada no Plenário do Senado. A votação está programada para a tarde desta quarta-feira (1º), mas caso a sabatina do ex-ministro da Justiça André Mendonça demore, o texto está incluso na pauta de quinta-feira (2). O texto do projeto foi aprovado na terça-feira (30) pela Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Casa.

Com uma quarta-feira movimentada em Brasília, a expectativa é de que a sessão comece logo após a sabatina do ex-ministro da Justiça André Mendonça, indicado ao Supremo Tribunal Federal (STF), na CCJ. Prevendo a demora na arguição de Mendonça, o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, já incluiu a PEC na pauta de quinta-feira (2).

Na terça-feira, a expectativa era de que o texto aprovado pela CCJ fosse votado no mesmo dia. Pacheco chegou a declarar que o relator da PEC, senador Fernando Bezerra, estava tentando um acordo para terem adeptos para votação no plenário. O presidente da Casa também comentou alguns detalhes do texto.

“Temos compromisso com a responsabilidade fiscal. Na CCJ teve essa pretensão de garantir os precatórios do Fundef. No final, é um exercício de sabedoria do relator e do Senado”, disse. “Eu acho que a vinculação total do espaço fiscal é uma ideia bem vinda. Pode ser uma boa solução para garantir o bom emprego dos recursos públicos”.

Se aprovado, o texto abrirá espaço para o pagamento de R$ 400 por mês a cerca de 17 milhões de beneficiários do Auxílio Brasil em 2022. Além da PEC, que é o primeiro item da pauta, há ainda votação de indicações de autoridades.


Cliente Arko fica sabendo primeiro

Usamos cookies para aprimorar sua experiência de navegação. Ao clicar em "Aceitar", você concorda com o uso de cookies. Aceitar Saiba mais

-
00:00
00:00
Update Required Flash plugin
-
00:00
00:00