Início » Governo Federal aposta em energia solar para reduzir custos com luz em prédios públicos

Governo Federal aposta em energia solar para reduzir custos com luz em prédios públicos

Projeto prevê instalação de usinas de energia solar em todo o país e mira em diminuir a dependência da rede convencional de energia

A+A-
Reset

A Comissão de Minas e Energia aprovou um projeto com o objetivo de impulsionar a geração de energia solar em prédios públicos federais. A ideia, que altera o Programa de Administração Patrimonial Imobiliária da União (Proap), visa reduzir os custos do governo com energia elétrica.

Estação de energia solar moderna gera eletricidade sustentável ao ar livre gerada por IA

O objetivo da proposta é poupar recursos com energia solar – Foto: Freepik/Reprodução

Idealizada pela ex-deputada Iracema Portella, o projeto prevê a instalação de usinas fotovoltaicas e outros sistemas de micro e minigeração de energia em todos os órgãos públicos do país.

– Ao gerar sua própria eletricidade, o Estado brasileiro poderá diminuir consideravelmente sua dependência da rede convencional, o que se traduzirá em economias substanciais nas contas de luz – afirmou Valmir, relator do projeto na comissão.

O texto original  previa a utilização da Conta de Desenvolvimento Energético (CDE) para financiar a instalação dos equipamentos de geração distribuída. No entanto, o próprio relator excluiu essa proposta.

Segundo Valmir, os consumidores brasileiros arcariam com o CDE, já que essa conta é composta por recursos arrecadados diretamente das tarifas de energia elétrica.

– Nossa prioridade é garantir que a implementação dessa iniciativa não gere custos adicionais para a população – disse o deputado.

Potencial de energia solar

Fotografia do deputado Icaro de Valmir durante Comissão

Icaro de Valmir recomendou a aprovação da proposta, com modificações – Foto: Mario Agra/Câmara dos Deputados

Embora sem estimativas precisas, especialistas acreditam que a geração de energia solar em prédios públicos pode gerar economias significativas para o governo federal.

Um estudo da Empresa de Pesquisa Energética (EPE) indica que o Brasil possui um potencial de geração solar de até 750 GW, o que representa mais do dobro da capacidade instalada no país atualmente.

Usamos cookies para aprimorar sua experiência de navegação. Ao clicar em "Aceitar", você concorda com o uso de cookies. Aceitar Saiba mais