Início » Cotação do petróleo enfrenta pior crise desde 2008
Economia
A+A-
Reset

Cotação do petróleo enfrenta pior crise desde 2008

Os preços do petróleo tem sofrido quedas cada vez mais drásticas por conta da pandemia de coronavírus, atingindo níveis antes só vistos durante a crise financeira de 2008. O petróleo Brent recuou US$ 3,54 (10,46%), nesta segunda-feira (16), chegando a US$ 30,31 por barril. Já o petróleo americano caiu US$ 2,47 (7,78%), o que representa US$ 29,26 por barril.

As quedas também foram influenciadas pelo corte de juros de emergência realizado pelo Fed (Federal Reserve dos Estados Unidos). O Brent sofreu a maior queda semanal desde a crise de 2008, cedendo 25%. Houve também um recuo nos contratos futuros do petróleo dos EUA, despencando 23% na semana.

A Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) informou na última quarta-feira (11) que a projeção para aumento da demanda global por petróleo foi reduzida por causa do coronavírus. O crescimento previsto foi ajustado de 990 mil barris por dia (bdp) para 920 mil bdp em 2020. A previsão da Opep sobre a produção brasileira de commodity é de 3,85 milhões de bdp.

Usamos cookies para aprimorar sua experiência de navegação. Ao clicar em "Aceitar", você concorda com o uso de cookies. Aceitar Saiba mais

-
00:00
00:00
Update Required Flash plugin
-
00:00
00:00