Início » Comissão aprova debate sobre uso de agrotóxicos em áreas secas

Comissão aprova debate sobre uso de agrotóxicos em áreas secas

Audiência pública será realizada para discutir os impactos da pulverização aérea de agrotóxicos no meio ambiente

A+A-
Reset

A Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) do Senado Federal aprovou, nesta terça-feira (21), a realização de uma audiência pública para debater o Projeto de Lei (PL) 1.859/2022, que tem como objetivo banir a pulverização aérea de agrotóxicos em áreas afetadas pela seca.

Agrotóxico

CAE aprova debate sobre projeto que veda agrotóxico em áreas secas – Foto: Cenipa/Divulgação

A proposta da Comissão de Meio Ambiente (CMA) altera a Lei 12.153/2015, que institui a Política Nacional de Combate à Desertificação e Mitigação da Seca.

Além disso, o senador Alan Rick (União-AC), autor do requerimento, defendeu a necessidade de um amplo debate sobre o tema. Segundo o parlamentar, proibir o uso aéreo de agrotóxicos pode causar perda de safras, aumento dos preços dos alimentos e inflação.

— Esse aumento de custo, por sua vez, poderia ser repassado aos consumidores finais, impactando diretamente o poder de compra das famílias e potencialmente gerando pressões inflacionárias em setores relacionados à alimentação e à agricultura — diz o senador no documento.

Pulverização aérea de agrotóxicos x Abelhas

Marinho e Tereza Cristina votaram a favor de audiência pública para debater uso de agrotóxicos – Foto: Saulo Cruz/Agência Senado

No entanto, a justificativa da Comissão destaca os riscos da pulverização para a biodiversidade, especialmente para os polinizadores como abelhas, que são essenciais para a reprodução de diversas plantas. De acordo com o texto, a morte desses insetos pode comprometer a sustentabilidade dos ecossistemas, afetando a produção de alimentos no longo prazo.

Atualmente, a audiência pública na Comissão de Assuntos Econômicos ainda não tem uma data definida.

Usamos cookies para aprimorar sua experiência de navegação. Ao clicar em "Aceitar", você concorda com o uso de cookies. Aceitar Saiba mais