Início » Chuvas no RS: restituições de Imposto de Renda superam R$ 1,1 bi no primeiro lote

Chuvas no RS: restituições de Imposto de Renda superam R$ 1,1 bi no primeiro lote

O adiantamento da restituição do IR faz parte das ações do governo para mitigar os efeitos das chuvas no RS

A+A-
Reset
DestaqueEconomia

Devido as fortes chuvas no RS, o primeiro lote de restituições do imposto de renda, programado para pagamento em 31 de maio, trará um montante significativo de mais de R$ 1,1 bilhão exclusivamente para os contribuintes do estado. Esse lote abrange as restituições de aproximadamente 900 mil declarantes gaúchos. Essa expansão possibilitou o fechamento do primeiro lote até o dia 15 de maio, em vez do previsto dia 10, permitindo assim a inclusão de um maior número de contribuintes beneficiados.

chuvas no RS

Foto: Joédson Alves/Agência Brasil

Essa priorização das restituições para os contribuintes do Rio Grande do Sul foi uma das medidas anunciadas, no dia 9 de maio, pelo ministro da Fazenda, Fernando Haddad. A iniciativa faz parte do pacote “Reconstrução: a Medida Provisória do Rio Grande do Sul e do Brasil”.

Além disso, a Receita Federal está organizando o Mutirão de Acessibilidade Digital no Rio Grande do Sul. O intuito é proporcionar acesso aos serviços públicos digitais para aqueles que estão em abrigos. A iniciativa inclui a disponibilização de computadores, tablets e internet, permitindo acesso a serviços como o portal gov, contas bancárias e de e-mail. Além disso, da antecipação da restituição do Imposto de Renda.

Estudantes participantes do Núcleo de Apoio Contábil e Fiscal também estarão envolvidos, um projeto colaborativo entre a Receita Federal e instituições de ensino para oferecer serviços contábeis e fiscais gratuitos para cidadãos e pequenas empresas.

Mutirão após chuvas no RS

O secretário da Receita Federal, Robinson Barreirinhas, ressalta que o Mutirão se junta a uma série de outras medidas implementadas pelo órgão. Ente elas as doações de mercadorias, a postergação do pagamento de tributos e as entregas de declarações. Já o lançamento do Receita Via Rápida visa facilitar o recebimento de doações do exterior. Além disso, fortalecer a acessibilidade e eficiência dos serviços prestados pela Receita Federal.

Economiafernando haddadImposto de RendaO BrasilianistaReceita FederalRio Grande do Sul

Usamos cookies para aprimorar sua experiência de navegação. Ao clicar em "Aceitar", você concorda com o uso de cookies. Aceitar Saiba mais