Início » Em decisão tomada nesta quarta (17), Anvisa acaba com obrigatoriedade de máscaras em avião
DestaqueNotícias
A+A-
Reset

Em decisão tomada nesta quarta (17), Anvisa acaba com obrigatoriedade de máscaras em avião

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) acabou com a obrigatoriedade do uso de máscaras em aeroportos e aeronaves. A decisão foi tomada nesta quarta (17), mas a Anvisa continua recomendando o uso nesses ambientes.

O uso de máscaras em aviões e aeroportos era exigido desde 2020, quando foi declarado o estado de emergência. A retirada da obrigatoriedade passa a valer quando a resolução da Anvisa for publicada no Diário Oficial – o que pode ocorrer ainda nesta quarta, em edição extra, ou na edição de amanhã, quinta-feira (18).

A decisão pelo fim da obrigatoriedade foi tomada de forma unânime pela diretoria colegiada da Anvisa. Segundo a agência, o cenário epidemiológico atual permite que algumas medidas sanitárias sejam atualizadas, como o uso obrigatório das máscaras.

No entanto, a Anvisa reforça que o uso de máscaras faciais e o distanciamento físico são medidas efetivas de mitigação do risco de transmissão da doença e continuarão a ser recomendadas.

“Diante do atual cenário, o uso de máscara, adotado até então como medida de saúde coletiva, é convertido em medida de proteção individual”, afirma a agência.

Nos Estados Unidos e em nos países da União Europeia o uso de máscara deixou de ser exigido em voos, aeroportos e em viagens de trem, metrô e ônibus.

Em maio deste ano, a Anvisa liberou o uso de máscara no serviço de bordo em aeronaves, mas manteve a exigência em aviões e áreas restritas de aeroportos. Na época, o retorno do uso da capacidade máxima para transporte de passageiros também foi autorizado.

 

Usamos cookies para aprimorar sua experiência de navegação. Ao clicar em "Aceitar", você concorda com o uso de cookies. Aceitar Saiba mais

-
00:00
00:00
Update Required Flash plugin
-
00:00
00:00