Início » Comissão aprova projeto que reajusta em 35% os repasses da União para o transporte escolar na área rural

Comissão aprova projeto que reajusta em 35% os repasses da União para o transporte escolar na área rural

A+A-
Reset
Câmara dos DeputadosCongresso
Zeca Ribeiro/Câmara dos Deputados
Prof. Reginaldo Veras lembra que mais de 5,2 milhões de alunos podem ser atendidos pelo programa

A Comissão de Educação da Câmara dos Deputados aprovou o Projeto de Lei 240/23, que reajusta em 35%, a partir do exercício financeiro de 2023, os repasses do Programa Nacional de Apoio ao Transporte Escolar (Pnate). Além disso, o texto prevê a correção anual sempre em janeiro, pela inflação acumulada ([[g IPCA]]).

O relator, deputado Prof. Reginaldo Veras (PV-DF), recomendou a aprovação da proposta. “De acordo com o Censo da Educação Básica de 2022, mais de 5,2 milhões de alunos da educação básica pública estão matriculados em instituições localizadas em zonas rurais, evidenciando a magnitude e a relevância do Pnate”, disse.

Esse programa, instituído pela Lei 10.880/04, trata da transferência automática de recursos financeiros para custear, em caráter suplementar, as despesas com o transporte escolar de estudantes da rede pública de educação básica residentes em área rural. Os entes federativos recebem o montante em dez parcelas anuais.

“O dinheiro se destina não apenas para o combustível, mas também para custear manutenção e serviços de mecânica que garantem o deslocamento dos estudantes e a segurança deles”, disse o autor da proposta, deputado Mendonça Filho (União-PE). “Trata-se de uma assistência fundamental”, concluiu.

Tramitação
O projeto tramita em caráter conclusivo e será analisado pelas comissões de Educação; de Finanças e Tributação; e de Constituição e Justiça e de Cidadania.

 

 

Fonte: https://www.camara.leg.br/noticias/987725-comissao-aprova-projeto-que-reajusta-em-35-os-repasses-da-uniao-para-o-transporte-escolar-na-area-rural/

Câmara dos Deputados

Usamos cookies para aprimorar sua experiência de navegação. Ao clicar em "Aceitar", você concorda com o uso de cookies. Aceitar Saiba mais