Por Theodora Assis

Na esteira da entrada do Brasil na OCDE (Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico), fontes dos ministérios da Economia e das Relações Exteriores informaram que o Governo pagou a taxa para o exame da documentação inicial de entrada do país na organização.

Nas próximas semanas, um pacote adicional de redução de impostos será anunciado e ainda um projeto de lei sobre a bitributação de empresas estrangeiras instaladas no Brasil.

Outra decisão tomada pelas autoridades está no fortalecimento da representação brasileira na OCDE com a indicação de um diplomata com larga experiência em negociações comerciais.