Rafael Neddermeyer/ Fotos Públicas

Acontece na manhã desta quinta-feira (07) a Comissão Especial que votará a PEC dos Benefícios. Por ordem do presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL), a agenda da Casa foi organizada nos mínimos detalhes para permitir a votação em Plenário ainda hoje. Foi aberta sessão do Plenário às 06h30 de modo a computar a última das duas sessões necessárias para que a votação seja realizada hoje na Comissão Especial. A sessão durou apenas um minuto.

Após votação na comissão especial, será apresentado parecer em Plenário pelo deputado Christino Áureo (PP-RJ). O texto precisa aguardar quatro horas para que possa ser votado. Portanto, é esperado que a votação em Plenário aconteça no final da tarde desta quinta-feira.

Ao Brasilianista, a presidente da Comissão Especial, Celina Leão (PP-DF), afirmou que o governo buscava aprovar na comissão e no Plenário no mesmo dia. Como não houve alteração do texto do Senado, a matéria não irá voltar à Casa e já poderá ser promulgada pelo Congresso Federal.

Apesar das tentativas da oposição em atrasar a votação, os parlamentares até então não tiveram sucesso. As bancadas opositoras afirmam que a PEC tem caráter eleitoreiro por estar próxima ao pleito de outubro e questionam o estado de emergência, que cria uma exceção no teto de gastos para viabilizar a ampliação e criação de benfícios.

Autor

  • Jornalista brasiliense formado pela Universidade de Brasília (UnB). Tem passagem como repórter pelo Correio Braziliense, Rádio CBN e Brasil61.com. No site O Brasilianista cobre economia e política.