Foto: Beto Barata/PR/Flickr

Ex-ministro da Defesa e até então assessor especial do Palácio Planalto, Walter Braga Netto teve exoneração publicada nesta sexta-feira (1º). O ato é o primeiro passo do militar para integrar a futura chapa presidencial que irá formar com o presidente Jair Bolsonaro (PL).

A composição da chapa foi confirmada pelo próprio presidente em entrevista concedida no início desta semana. Bolsonaro afirmou que o general foi escolhido como seu vice e que o anúncio oficial da candidatura deve acontecer em breve.

A exoneração é necessária visto que a legislação eleitoral proíbe a candidatura de servidores públicos da ativa. O posto de Braga Netto na secretaria será ocupado por José Vicente Santini, ex-secretário nacional de Justiça do Ministério da Justiça e Segurança Pública.

Autor

  • Editora-chefe na Arko Advice, desde fevereiro de 2022. Antes, atuou como repórter de política na CNN Brasil. Foi correspondente internacional em Nova Iorque pela Record TV. Atua em redação há 18 anos.