Foto: Foto: Anderson Riedel/PR

A oposição no Senado apresentou um requerimento para que o ministro de Minas e Energia, Adolfo Sachsida, apresente as informações sobre os registros das mensagens corporativas da Petrobras. Também foi solicitado os registros audiovisuais das reuniões do Conselho Administrativo da estatal.

O requerimento foi protocolado após a matéria publicada pelo portal Metrópoles, em que o ex-presidente da estatal, Roberto Castello Branco, afirma que possuía mensagens que poderiam incriminar o presidente Jair Bolsonaro.

“No meu celular corporativo tinha mensagens que poderiam incriminá-lo [Bolsonaro]. Fiz questão de devolver intacto à Petrobras. Não fui, não sou e nem serei político”, declarou Castello Branco na conversa publicada.

O requerimento foi assinado pelo líder da Minoria no Senado, Jean Paul Prates (PT-RN), e pelos senadores Jaques Wagner (PT-BA) e Zenaide Maia (PROS-RN). Segundo a assessoria de Jean Paul, a solicitação já foi apresentada e precisa ser apreciada pela mesa diretora do Senado.