Em um evento em João Pessoa, na Paraíba, nesta sexta-feira (24), o presidente da República, Jair Bolsonaro, declarou que o Auxílio Brasil passará de R$400 para R$600. O aumento foi anunciado nesta semana, mas ainda precisa ser incluído e aprovado, através da Proposta de Emenda a Constituição 15/2022, a PEC dos Combustíveis.

“Vivemos momentos difíceis no nosso Brasil e no mundo todo. Uma inflação, um aumento de preços que atinge o globo e o mundo todo, mas isso a gente supera. Como a imprensa está anunciando que o Auxílio Brasil vai passar de R$400 para R$600. É o governo entendendo o sofrimento dos mais humildes e, dessa forma, buscando atender a todos” afirmou o presidente.

Bolsonaro também disse que o auxílio não impede os beneficiários de trabalhar e gerar renda. Segundo fontes do Ministério da Cidadania afirmaram ao Brasilianista, ainda não há o formato nem os números oficiais sobre a mudança no programa.

A proposta de aumentar em R$ 200 o Auxílio Brasil é discutida no Senado, e o valor extra deve ter caráter emergencial. Assim, o benefício teria o valor de R$ 600 até o fim do ano. O custo estimado é de R$ 21,6 Bilhões. Também é estudada a possibilidade de zerar a fila do benefício.