O Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI) recebeu na última terça-feira (31) a embaixadora de Ruanda, Mathilde Mukantabana. Durante a reunião com o ministro Paulo Alvim e assessores da pasta, ela mostrou-se muito interessada na cooperação bilateral em áreas como governança digital e economia, capacitação de pessoal, digitalização de serviços governamentais, segurança cibernética, entre outros.

Conhecida como hub de inovação e tecnologia no continente africano, Ruanda se destaca por atrair startups além de implementar soluções tecnológicas inovadoras na área de saúde, com destaque para ações de enfrentamento à pandemia do coronavírus. A utilização de drones para fazer entregas de medicamentos em áreas remotas, é um projeto de sucesso do país africano.

O ministro Paulo Alvim, se mostrou interessado em conhecer mais detalhes do projeto e destacou importantes transformações realizadas no Brasil nos últimos dois anos. De acordo com ele, a pandemia acelerou a transformação digital brasileira, e que durante o período de crise, o Brasil não teve problemas de conexões.

Entre os dias 6 e 16 de junho, acontecerá em Ruanda, a Conferência Mundial de Desenvolvimento em Telecomunicações (CMDT) da União Internacional de Telecomunicações, o que demonstra o engajamento do país em temas relativos à transformação digital. Segundo Bernardo Milano, assessor especial de Assuntos Internacionais, o Brasil está à disposição para fazer a interlocução do governo de Ruanda com outros ministérios em nosso país, empresas brasileiras e institutos de ciência e tecnologia, que são nossos parceiros em áreas relativas ao desenvolvimento tecnológico.