Foto: Fabio Rodrigues-Pozzebom/ Agencia Brasil

Em decretos editados nesta quinta-feira (26), o presidente Jair Bolsonaro (PL) autorizou a nomeação 1.250 novos servidores, sendo 625 policiais rodoviários federais e de 625 polícias federais.

Em nota, a presidência informou que a autorização decorre do fato de que o efetivo de ambas as polícias se encontram “em estado crítico, de modo que sua recomposição se mostra urgente e necessária.”

Com a nomeação, o presidente acena a uma das suas principais bases de apoio eleitoral, que tem demonstrado insatisfação com a questão do reajuste salarial que pode ficar aquém do esperado para a categoria.

“O provimento desses cargos está condicionado ao provimento do quantitativo de vagas originalmente previsto pelo Edital, à existência de vagas na data da nomeação, à adequação orçamentária e financeira das despesas e à observância aos prazos da Lei de Eleições”, conclui a nota.

Autor

  • Editora-chefe na Arko Advice, desde fevereiro de 2022. Antes, atuou como repórter de política na CNN Brasil. Foi correspondente internacional em Nova Iorque pela Record TV. Atua em redação há 18 anos.