Ex-ministro de Estado da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas. Foto: Anderson Riedel/PR

O ex-ministro da Infraestrutura e pré-candidato ao governo de São Paulo, Tarcísio de Freitas (PL), afirmou na noite de terça-feira (17) que a privatização da Companhia de Saneamento Básico de SP (Sabesp) seria um bom caminho, desde que houvesse contrapartida social.

Durante live promovida pela Arko Advice, o ex-ministro afirmou que isso dependerá da modelagem da desestatização da empresa, ponto que ainda não foi discutido. A Sabesp é a responsável pela maior fatia dos serviços de saneamento e distribuição de água no estado. Hoje, a empresa é de capital misto, sendo o governo paulista o acionista majoritário.

Tarcísio tem a venda total das ações estatais como uma das bandeiras de campanha para sua eleição no estado. Em fevereiro, defendeu a desestatização da empresa durante evento de investidores: ”Eu acho que tem que privatizar a Sabesp porque você ganha eficiência, ganha governança e gera recursos, bota dinheiro para dentro”. A pauta já foi defendida pelo ex-governador João Doria (PSDB), mas não houve avanços.