Senador Angelo Coronel (PSD-BA) à bancada. Foto: Roque de Sá/Agência Senado

O senador Ângelo Coronel, relator do projeto que trata de mudanças no imposto de renda, afirmou à Arko que não será empecilho para a construção de um acordo que viabilize o avanço da proposta, parada desde o ano passado na Comissão de Assuntos Econômicos do Senado. “Serei sempre defensor do setor produtivo de quem gera emprego e renda”, declarou.

O parlamentar afirmou que soube pela imprensa do interesse do presidente do Senado em dar celeridade à matéria. Por conta disso, irá se reunir com Rodrigo Pacheco, na próxima terça-feira, para tratar sobre o assunto. Ele disse que quer entender se realmente há interesse em costurar um acordo com a Câmara para avançar com a proposta que tem em sua estrutura uma das saídas estudadas para bancar o piso da enfermagem – a tributação de lucros e dividendos. Para o senador, o importante é reduzir as resistências em relação à matéria. Ele concordou que uma das possibilidades seja enxugar o texto, retirando os excessos. “Eu sou a favor de reduzir imposto de Pessoa Jurídica e taxar lucros e dividendos não acumulados. É preciso ter uma transição”, explicou.

Autor

  • Editora-chefe na Arko Advice, desde fevereiro de 2022. Antes, atuou como repórter de política na CNN Brasil. Foi correspondente internacional em Nova Iorque pela Record TV. Atua em redação há 18 anos.