REUTERS/Nacho Doce

O ex-presidente Lula se reunirá com senadores de diversas legendas, nesta noite, em Brasília. O encontro será na casa do ex-senador Eunício Oliveira. Além de integrantes da bancada petista, também estarão presentes aliados de partidos do MDB e PSD, como Renan Calheiros e Omar Aziz, respectivamente. A ideia é avaliar a conjuntura política, tratar sobre eleições e palanques estaduais. A maior parte dos presentes no jantar são do Nordeste e do Norte, onde Lula tem mais força política e, consequentemente, mais peso nas alianças estaduais.

As bancadas do MDB e do PSD são as maiores do Senado. Apesar da primeira ter pré-candidata própria, Simone Tebet, dentro do partido há uma divisão sobre os atuais candidatos ao Palácio. Enquanto uma ala apoia o ex-presidente Lula, outra segue com Bolsonaro. Já o PSD não tem presidenciável definido até o momento mas tentou viabilizar Rodrigo Pacheco, que desistiu da corrida presidencial.

O encontro demonstra, por exemplo, que a candidatura de Simone Tebet não é consenso dentro do próprio partido. O MDB aposta em Simone como porta-voz da sigla até o fim de junho, quando terminam as inserções do partido na propaganda partidária, mas uma ala do partido defende que a legenda não tenha candidatura própria se a mesma não se mostrar competitiva.

Autor

  • Editora-chefe na Arko Advice, desde fevereiro de 2022. Antes, atuou como repórter de política na CNN Brasil. Foi correspondente internacional em Nova Iorque pela Record TV. Atua em redação há 18 anos.