Plenário da Câmara vazio. Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

A Comissão de Serviços de Infraestrutura (CI) aprovou, nesta quarta-feira (6), oito nomes indicados pelo Presidente da República para a diretoria da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) e da Agência Nacional de Águas e Saneamento Básico (ANA).

Para a diretoria da ANP foram sabatinados e aprovados Fernando Wandscheer de Moura Alves; Claudio Jorge Martins de Souza (funcionário da agência); Daniel Maia Veira; e Symone Christine de Santana Araujo (recondução ao cargo).

Os dois casos de recondução ao cargo de diretor ocorreram porque os indicados haviam concluído o mandato de seus antecessores. A lei veda recondução nos casos em que os diretores tenham concluído os respectivos mandatos.

Já na Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), quatro diretores foram aprovados. Para diretor-geral, no posto que era ocupado por André Pepitone, foi aprovado o nome indicado pelo governo, com apoio do PP e do MDB, de Sandoval de Araújo Feitosa Neto, que já havia sido diretor da agência. Completam a diretoria Fernando Luiz Mosna Ferreira da Silva, Ricardo Lavorato Tili e Hélvio Neves Guerra. A outra indicação para a Aneel, Agnes Maria de Aragão da Costa, não foi concluída por falta de quórum.

Para a Agência Nacional de Águas e Saneamento Básico (ANA) foram aprovados os nomes de Filipe de Mello Sampaio Cunha e de Maurício Abijaodi Lopes de Vasconcellos. Eles haviam sido sabatinados pela Comissão de Meio Ambiente, em sessão realizada anteriormente.

 

Autor

  • Jornalista, formado pela UFMG, em 1973. Trabalhou em O Globo, Jornal do Brasil, Jornal de Brasília, Folha de S. Paulo, Assessoria de Imprensa do Ministério da Fazenda e sub-secretário de Imprensa e Divulgação da Presidência da República (1994 a 2003) e integrante da Assessoria Parlamentar da ANTT (2015-2021).