Foto: Elza Fiuza/Agência Brasil

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) decidiu intensificar as ações nas redes sociais para que jovens de 16 a 18 anos tirem o título de eleitor. O tribunal promoveu a Semana do Jovem Eleitor, entre os dias 14 e 18 de março, onde foram emitidos mais de 96 mil novos títulos nesta faixa etária.

A medida foi tomada porque desde que começou o monitoramento, há trinta anos, o engajamento dessa faixa etária no país é a menor já registrada. De acordo com a justiça eleitoral, cerca de 830 mil jovens, entre 16 e 17 anos, têm o título de eleitor. Nas últimas eleições gerais o número era quase o dobro: de 1,4 milhão alistados.
Na campanha promovida pela corte eleitoral, a procura foi maior entre as mulheres: 52.561 pessoas do gênero feminino solicitaram a emissão do título, enquanto 43.864 homens buscaram pelo serviço. Neste período, as faixas etárias que registraram os melhores índices foram as de jovens com 18 e 17 anos, respectivamente. Jovens de 15 anos também podem solicitar o documento, desde que tenham 16 anos completos no dia da eleição (2 de outubro).

Como tirar o título de eleitor

Todos os brasileiros que completam 16 anos até o dia 2 de outubro, podem tirar o título de eleitor até o dia 4 de maio.

Para tirar seu título de eleitor, primeiramente é necessário digitalizar os seguintes documentos:

  • Documento oficial de identidade com foto (frente e verso);
  • Comprovante de residência recente;
  • Comprovante de pagamento de débito com a Justiça Eleitoral (quando houver débito);
  • Comprovante de quitação do serviço militar.

Feito isso, acesse a página do Título Net e clique no link iniciar seu atendimento a distância.

Autor

  • Jornalista pela Universidade Católica de Brasília. Nascida em Brasília-DF, tem passagem como repórter na Rádio Senado. No site O Brasilianista cobre política e economia.