CNI: importações brasileiras serão atingidas por redução de imposto
Foto: Diego Campos / Porto de Manaus

A Agência Nacional de Transportes Aquaviários (Antaq) realiza hoje, em formato virtual, a segunda sessão pública destinada a discutir a proposta de concessão do porto de Santos. Interessados em acompanhar a reunião, que começa às 10h, podem acessar o canal do Youtube da Antaq.

Na primeira sessão, em 10 de fevereiro, realizada na Associação Comercial de Santos, houve pedidos para a realização de nova reunião e a agência reguladora concordou com a solicitação.

A proposta em discussão prevê prazo de concessão de 35 anos, prorrogável por até cinco anos como garantia, em caso de ocorrência de fato imprevisto. A previsão de investimentos chega a R$ 18 bilhões, onde se incluem novos investimentos e despesas de manutenção ao longo do contrato.

Em relação aos novos investimentos, a futura concessionária do porto deverá direcionar cerca de R$ 1,4 bilhão para a construção do novo píer de atracação e para obras em cais públicos, além de bancar a dragagem no porto e nas áreas de acesso. E ainda deverá aportar cerca de R$ 3 bilhões a serem utilizados na construção de um túnel submerso que ligará as cidades de Santos e Guarujá