Bolsonaro em transmissão no Facebook. Imagem: reprodução.

Durante live semanal, realizada nesta quinta-feira (3), o presidente Jair Bolsonaro disse que, em meio à crise, a Petrobras tem obtido grandes lucros, e argumentou que parte desse lucro poderia ser direcionado para a redução dos preços.

“Não tenho como interferir, nem vou interferir na Petrobras. Agora a Petrobras, por sua vez, sabe da sua responsabilidade, e sabe o que tem que fazer para colaborar para que o preço do combustível aqui dentro não dispare”, disse o presidente.

Escassez Hídrica

O presidente também afirmou que a bandeira de “escassez hídrica” deve acabar em abril. “Alguns acham, e eu também acho que já deveria ter zerado essa bandeira para o bem da economia, mas temos que ver os números”, declarou.

No ano passado, o Brasil vivenciou a maior crise de escassez hídrica dos últimos 90 anos. O país precisou comprar energia elétrica do exterior e acionar as usinas termelétricas.
Para financiar os gastos extras foi criada uma nova bandeira tarifária de energia elétrica: a bandeira de escassez hídrica.

Em janeiro, o ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, explicou que não haveria como prever o cenário hídrico em 2022, mas que a expectativa é que seja melhor do que em 2021. O ministro disse que as condições hídricas do ano passado foram 8% melhores que em 2020.

Autor