Lula e Bolsonaro

 

A nova rodada da pesquisa PoderData sobre a sucessão, divulgada nesta quarta-feira (16), mostra que a distância entre o ex-presidente Lula (PT) e o presidente Jair Bolsonaro (PL) nas intenções de voto diminuiu. Segundo a pesquisa PoderData, Lula aparece na liderança com 40% e Bolsonaro está em segundo lugar com 31%.

No levantamento anterior, realizado no dia 1º de fevereiro, Lula aparecia com 41% e Bolsonaro com 30%. Comparando com os percentuais de janeiro, a queda da diferença é ainda mais expressiva: 14 para 9 pontos percentuais – na sondagem realizada em 18 de janeiro, Lula aparecia com 42% e Bolsonaro tinha 28%.

O PoderData também apurou um descolamento das intenções de voto dos ex-ministros Sergio Moro (Podemos) e Ciro Gomes (PDT). Moro registra agora 9% e Ciro soma 4%. No levantamento realizado há duas semanas, ambos tinham 7%.

O governador de São Paulo (SP), João Dória (PSDB), embora tenha oscilado de 2% para 3%, segue com baixa densidade eleitoral. O deputado federal André Janones (Avante) tem 2% e os senadores Rodrigo Pacheco (PSD) e Alessandro Vieira (Cidadania) somam 1% cada.

Os demais candidatos não pontuaram. Brancos, nulos e indecisos somam 8%.

 

Segundo Turno

Nas simulações de segundo turno, Lula venceria Bolsonaro (50% a 35%), Moro (47% a 32%), Ciro (45% a 22%) e Doria (46% a 18%).

Apesar de Lula preservar a vantagem no segundo turno, a distância para Bolsonaro, que há 30 dias era de 22 pontos percentuais, caiu agora para 15%. A queda na distância de Lula para Bolsonaro, tanto nas simulações de primeiro quanto de segundo turno, pode ser atribuída ao pagamento ao Auxílio Brasil, que começa a gerar impacto.

Os dados foram coletados de 13 a 15 de fevereiro, por meio de ligações para celulares e telefones fixos. Foram 3.000 entrevistas em 243 municípios em todos os estados e o Distrito Federal. A margem de erro é de 2 pontos percentuais. A pesquisa foi registrada no Tribunal Superior Eleitoral com o número BR-06942/2022.

Autor