Está programada para quinta-feira (10), das 15h às 18h, na Associação Comercial de Santos, a sessão pública (presencial e virtual) que debaterá o processo de concessão do principal porto do país. O período de consulta e de audiência públicas, iniciado na segunda-feira passada (31/01), estende-se até o dia 16 do próximo mês.

Interessados em participar virtualmente do encontro poderão fazê-lo através do Canal da Agência Nacional de Transportes Aquaviários (Antaq) no Youtube (aqui). Quem quiser comparecer presencialmente à reunião poderá inscrever-se pelo WhatsApp no número (61)2029-6940, entre as 9h e as 14h de amanhã (08/02).

O objetivo da reunião é obter contribuições, subsídios e sugestões para o aprimoramento dos documentos técnicos e jurídicos relativos à realização de certame licitatório de concessão do porto. O governo tenciona fazer o leilão no último trimestre deste ano. Já a assinatura do contrato de concessão será feita sob o governo a ser eleito em outubro. A concessão terá 35 anos, prorrogáveis por até mais cinco.

Os investimentos a serem efetuados pelo futuro concessionário giram em torno de R$ 16 bilhões. Desse total, cerca de R$ 1,4 bilhão será gasto com a construção do novo píer de atracação e com investimentos em dragagem e nas áreas de acesso ao porto.

Pelo novo desenho do porto, um túnel submarino ligará as cidades paulistas de Santos e Guarujá, sob o canal de acesso dos navios à área de atracação, projeto orçado em R$ 3 bilhões. A proposta do túnel venceu a ideia de se projetar uma ponte sobre o canal. Essa travessia hoje é feita em barcas, opção que se tornará temerária diante da expectativa de movimento crescente do porto após a concessão.