Foto: Luke Sharrett / Bloomberg

O Programa de Compensação Financeira e Apoio à Realocação da Braskem chegou a 11.168 propostas de acordo apresentadas aos moradores, empresários e comerciantes das áreas afetadas pelo desastre geológico que afetou a cidade em 2018, comprometendo cinco bairros de Maceió. A Braskem calcula que faz uma média de 700 acordos a cada mês. Das propostas feitas, 9.608 já foram aceitas.

A diferença entre o número de propostas apresentadas e aceitas se deve ao tempo que os moradores têm para analisar os valores ou solicitar uma reanálise, segundo nota divulgada pela empresa. De todas as propostas apresentadas desde o início do Programa, em dezembro de 2019, apenas 42 foram recusadas. O índice de aceitação permanece em 99,6%.

A Braskem já concluiu o pagamento de 8.373 indenizações que, somadas aos auxílios financeiros e honorários de advogados, totalizam R$ 1,8 bilhão. Os dados constam do relatório mensal de acompanhamento, que é regularmente apresentado às autoridades e estão disponíveis para consulta no site Braskem.com.br/alagoas. Na segunda-feira (13/12) a empresa informou que já concluiu o pagamento de R$ 1,8 bilhão no âmbito do Programa de Compensação Financeira e Apoio à Realocação, até o final de novembro.

Na realocação, dos 14.415 imóveis localizados nas áreas de desocupação e monitoramento definidas pela Defesa Civil, 97% já foram desocupados preventivamente. Na área 01, de monitoramento, 89% das famílias – que podem se mudar depois de receber a compensação financeira ou esperar até dezembro de 2022, o que vier primeiro – já foram realocadas. Todos os moradores e comerciantes das zonas A, B e C e da área de resguardo já se mudaram. Nas zonas D, E, F e G o percentual de realocação está em 99%.


Cliente Arko fica sabendo primeiro

Assine o Arko Private, serviço Arko para pessoa física, e tenha acesso exclusivo a um canal privado de interatividade e alertas em tempo real, além de relatórios, Lives Exclusivas e eventos especiais com figuras notáveis da nossa rede de contatos.