Presidente da República Jair Bolsonaro. Foto: Alan Santos/PR

Duas pesquisas divulgadas nesta sexta-feira (26) – Exame/Ideia Big Data e Ipespe – apontam que o governo Jair Bolsonaro continua com uma avaliação negativa superando a positiva.

Na pesquisa Exame/Ideia Big Data, a avaliação negativa (ruim/péssimo) do governo Jair Bolsonaro é de 53%. A avaliação positiva (ótimo/bom), por outro lado, soma 23%. E o índice regular atingiu 21%.

Segundo a sondagem, o governo é avaliado negativamente em todas as regiões do país: Nordeste (66%), Sudeste (54%), Sul (50%), Norte e Centro-Oeste (47%). A avaliação positiva, por outro lado, se divide da seguinte forma entre as regiões: Sul e Centro-Oeste (32%), Norte (29%), Sudeste (21%) e Nordeste (20%).

O governo Bolsonaro também é desaprovado em todas as faixas de renda: mais de 5 salários mínimos (64%), entre 3 e 5 salários (52%), até 1 salário (54%) e entre 1 e 3 salários (51%). Na divisão por faixas de renda, a aprovação ao governo se divide da seguinte forma: entre 3 e 5 salários (25%), até 1 salário e entre 1 a 3 salários (23%) e mais de 5 salários (22%).

Os números de avaliação do governo são similares aos captados pelo Ipespe, que também divulgou hoje seu levantamento. De acordo com o Ipespe, a avaliação negativa é de 54%. A avaliação positiva, por outro lado, registrou 25%. E o índice regular contabiliza 20%.

A avaliação negativa do governo guarda uma forte relação com a economia. Segundo o Ipespe, 69% dos entrevistados consideram que a economia “está no caminho errado”. Apenas 22% consideram que a economia “está no caminho certo”.


Cliente Arko fica sabendo primeiro

Assine o Arko Private, serviço Arko para pessoa física, e tenha acesso exclusivo a um canal privado de interatividade e alertas em tempo real, além de relatórios, Lives Exclusivas e eventos especiais com figuras notáveis da nossa rede de contatos.