Sem concorrentes, a Petrobras e a empresa Fertilizantes Santa Catarina arremataram, na sexta-feira, dois terminais portuários, em Santos (SP) e Imbituba (SC), para movimentação de derivados de petróleo. A Petrobras ganhou o direito de explorar a área (STS08A) por mais 25 anos, pagando ao governo R$ 558,2 milhões. Os vencedores do leilão têm o compromisso de investir R$ 700 milhões ao longo do contrato.

Para o Ministério da Infraestrutura, foi o maior leilão de área portuária da história do país. Em Santos, havia duas áreas, mas não houve interesse por uma delas. O terminal já era operado de forma precária pela Transpetro, subsidiária da estatal para a área de transportes, com o contrato sendo renovado a cada seis meses.

Em Imbituba, a Fertilizantes Santa Catarina ficou com o terminal IMB05, também para estocagem de combustíveis, após oferecer R$ 200 mil de outorga. A área do terminal é de 7.455 metros quadrados e a expectativa é de investimentos de R$ 25,05 milhões em dez anos de contrato.

Segundo dados do Ministério da Infraestrutura, desde 2019 foram realizados 33 arrendamentos portuários, período em que foram contratados mais de R$ 4 bilhões em investimentos privados. Foram assinados no mesmo período 99 contratos de adesão para terminais privados com quase R$ 10 bilhões de investimentos contratados.


Cliente Arko fica sabendo primeiro

Assine o Arko Private, serviço Arko para pessoa física, e tenha acesso exclusivo a um canal privado de interatividade e alertas em tempo real, além de relatórios, Lives Exclusivas e eventos especiais com figuras notáveis da nossa rede de contatos.