Foto: CNT/Divulgação

O plano de outorga da concessão para exploração de Rodovias Integradas do Paraná foi encaminhado ao TCU nesta quinta-feira (11). O projeto que prevê investimentos de R$44 bilhões foi aprovado na última quarta-feira (10) pelo Ministério da Infraestrutura.

São 3,3 mil quilômetros de pistas – com duplicação de 1.782 quilômetros –, mais de 600 faixas adicionais, terceira faixa e marginais, 10 contornos urbanos, ampliação de capacidade em quatro serras, inclusive com rampas de escape para caminhões, e 11 áreas de descanso para caminhoneiros.

O projeto foi qualificado na carteira do Programa de Parcerias e Investimentos (PPI) por meio do Decreto 9.972 de 14 de agosto de 2019. O plano prevê a exploração por 30 anos, da infraestrutura e da prestação de serviço público de recuperação, conservação e manutenção e outros serviços que promovam melhorias na extensão das rodovias federais.