Fachada iluminada do Congresso Nacional. Foto: Waldemir Barreto/Agência Senado

Em uma tentativa de diminuir a resistência dos senadores sobre a  proposta de emenda à Constituição (PEC) dos Precatórios, o governo deve se reunir com as lideranças partidárias na próxima terça-feira (16/11). O texto, que agora tramita no Senado, tem como relator o líder do governo, senador Fernando Bezerra (MDB-PE). 

“Não se discute no Senado subteto para precatórios. O que se discute é a mudança na fórmula no teto de gastos”, disse. “Alguns senadores sugerem espaço ideal entre R$ 75 bi e R$ 80 bi. Vamos debater, porque R$ 50 bi serão consumidos pelo novo auxílio Brasil. Correção de outros benefícios consumirão outros R$ 24 bi. O que se discute é se precisa desses R$ 11 bi a mais”.

O presidente da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), senador Davi Alcolumbre (União Brasil), afirmou que a votação do texto deve acontecer no dia 24 de novembro. Segundo ele, o desejo do presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM), é que a proposta tramite pela CCJ e depois vá ao Plenário.


Cliente Arko fica sabendo primeiro

Assine o Arko Private, serviço Arko para pessoa física, e tenha acesso exclusivo a um canal privado de interatividade e alertas em tempo real, além de relatórios, Lives Exclusivas e eventos especiais com figuras notáveis da nossa rede de contatos.