Divulgação

O ministro brasileiro do Meio Ambiente, Joaquim Leite, reuniu-se na última terça-feira (19) com o mandatário colombiano, Iván Duque, para tratar de assuntos relacionados à Conferência do Clima da ONU, a COP26, que acontecerá em Glasgow, na Escócia, em novembro. O encontro ocorreu no Senado Federal e contou com a participação do Secretário Nacional de Clima e Relações Internacionais, Marcus Paranaguá, e do ministro de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável da Colômbia, Carlos Eduardo Correa.

O ministro disse ter apresentado ao presidente colombiano as iniciativas do governo brasileiro para, durante a COP26, estimular o mundo a investir em uma nova economia verde. Segundo Leite, o presidente Jair Bolsonaro disse na Assembleia Geral da ONU que o futuro do emprego verde está no Brasil, mas a verdade é que não precisamos esperar o futuro, o desenvolvimento sustentável, verde, já é realidade em nosso país – prova disso é o Programa de Crescimento Verde, que será lançado na próxima semana.

Ainda na reunião, as autoridades debateram a necessidade de uma maior cooperação entre as nações onde se localizam grandes florestas nativas. Joaquim Leite destacou as mais recentes políticas brasileiras voltadas ao meio ambiente, como a Política Nacional de Resíduos Sólidos e o novo Marco do Saneamento.

Também estiveram na pauta os pagamentos por serviços ambientais, área em que a pasta do Meio Ambiente tem investido bastante por meio da gama de programas que compõem o Floresta+ – Floresta+ Carbono, Floresta+ Bioeconomia, Floresta+ Empreendedor, entre outros que serão lançados no futuro.

Desde que iniciou os preparativos para COP26, o ministro Joaquim Leite tem realizado reuniões nos mais diversos países, dos mais desenvolvidos aos mais pobres. Até hoje, foram cerca de 50. Segundo ele, reuniões bilaterais estão sendo feitas para alinhar os posicionamentos dos outros países com os do Brasil e tentar chegar a um consenso nas negociações, situação que explicou ao presidente Ivan Duque.

Como já vem fazendo nas audiências que realiza com representantes internacionais, o ministro do Meio Ambiente citou políticas brasileiras exitosas em temas como tratamento de resíduos, energia limpa e preservação de florestas e propôs uma cooperação internacional com transferência de tecnologia e conhecimento.

O presidente colombiano, Iván Duque, afirmou que enxerga o Brasil como ator crucial nas discussões sobre meio ambiente e que as duas nações, certamente, trabalharão juntos no tema.


Cliente Arko fica sabendo primeiro

Assine o Arko Private, serviço Arko para pessoa física, e tenha acesso exclusivo a um canal privado de interatividade e alertas em tempo real, além de relatórios, Lives Exclusivas e eventos especiais com figuras notáveis da nossa rede de contatos.