Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Os ministros das Comunicações do Brics, cúpula formada por Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul fizeram na última sexta-feira (22) uma declaração conjunta enfatizando a importância da cooperação na estruturação de uma economia digital inclusiva. O ministro das Comunicações do Brasil, Fábio Faria, participou do encontro, representando o governo. Esta é a 7ª reunião do BRICS dedicada à temática e foi realizada por videoconferência.

Faria destacou que, apesar dos desafios, os países têm conseguido criar oportunidades para desenvolver tecnologias e expandir a infraestrutura da rede digital. “Para dar um salto adiante, devemos continuar a desenvolver tecnologias e expandir a infraestrutura de rede digital, alavancar o valor dos dados em benefício de nossas sociedades e garantir a segurança no ambiente digital”, disse.

O ministro ressaltou o empenho do Governo Federal na transformação digital, em particular com os programas Wi-Fi Brasil e Norte e Nordeste Conectado. Segundo ele, a chave para atingir objetivos ambiciosos neste campo é a infraestrutura. Para isso, o Brasil realizará em duas semanas o leilão do 5G, conduzido pelo Ministério das Comunicações (MCom) e pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), que deve movimentar R$169 bilhões em investimentos totais nos próximos 20 anos.

Previsto para acontecer no dia 4 de novembro, o leilão do 5G desencadeará, segundo o ministro, uma “implantação acelerada”, dado o cronograma de implantação e os requisitos de cobertura que a Anatel estabeleceu no edital. “O foco deste leilão de espectro está fortemente nos requisitos de cobertura, e não na receita das licenças de espectro”, resumiu.


Cliente Arko fica sabendo primeiro

Assine o Arko Private, serviço Arko para pessoa física, e tenha acesso exclusivo a um canal privado de interatividade e alertas em tempo real, além de relatórios, Lives Exclusivas e eventos especiais com figuras notáveis da nossa rede de contatos.