Presidente da República, Jair Bolsonaro durante coletiva à imprensa. Foto: Marcos Corrêa/PR

A cúpula do G20 ocorrerá nos dias 30 e 31 de outubro, em Roma, na Itália, e contará com o grupo que reúne os 19 países mais ricos do mundo mais a União Europeia.

Além do presidente da República, Jair Bolsonaro, o Itamaraty confirmou a participação no evento dos ministros da Economia, Paulo Guedes; e das Relações Exteriores, Carlos Alberto França. O objetivo é que os líderes cheguem a um consenso sobre os temas debatidos.

Sob presidência dos italianos, os líderes vão debater sobre 13 temas na área política: relações exteriores, desenvolvimento, comércio e investimento, agricultura, saúde, clima e energia, meio ambiente, pesquisa, tecnologia e inovação, economia digital, trabalho e emprego, turismo e cultura.

O governo brasileiro reuniu 12 prioridades divididas nas áreas de saúde, comércio, clima e meio ambiente e inclusão social. Entre as prioridades está o acesso de vacinas contra a Covid-19 a países em desenvolvimento e a diversificação da capacidade de produção de vacina para atender as nações mais pobres, além do debate de aceleração da produção energética por meio de bioenergia e outras fontes renováveis, entre outros assuntos.

O Brasil é um membro do G20 desde a fundação do grupo (1999) e assumirá a presidência rotativa em 2024. O grupo representa 60% da população mundial, 80% da economia global e 75% do comércio e exportações do planeta.


Cliente Arko fica sabendo primeiro

Assine o Arko Private, serviço Arko para pessoa física, e tenha acesso exclusivo a um canal privado de interatividade e alertas em tempo real, além de relatórios, Lives Exclusivas e eventos especiais com figuras notáveis da nossa rede de contatos.