O Brasil receberá um aporte de US$ 1 bilhão, por meio de uma linha de crédito com o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), para a inclusão digital da população brasileira. Dados governamentais mostram que mais de 9,2 milhões de brasileiros que ainda não acessam a internet na região Norte.
O ministro das Comunicações, Fábio Faria, participa do programa A Voz do Brasil. Foto: Marcelo Casal Jr./Agência Brasil

Na última quinta-feira (30), o ministro das Comunicações, Fábio Faria, participou como orador principal no painel “Investir em digitalização inclusiva”, realizado na sede da Missão do Brasil junto às Nações Unidas, em Nova York, nos Estados Unidos.

O ministro Fábio Faria debateu com gestores públicos e investidores internacionais. Na ocasião, expôs as ações promovidas pela pasta que contribuem diretamente para a ampliação da infraestrutura de comunicações e a garantia do acesso à internet em escolas e lugares públicos.

Hoje aproximadamente 93% de escolas urbanas e 45% das escolas rurais já estão conectadas. E o planejamento é conectar todas as escolas públicas até 2022. Faria pontuou ainda que o acesso à internet ocorre de forma igualitária entre os gêneros.

Entre as principais ações salientadas pelo ministro para ampliar a conectividade está o Wi-Fi Brasil, o programa já conta com mais de 14 mil pontos de conexão espalhados pelo país, sendo mais de 10 mil em escolas. Também estão conectadas unidades de saúde, comunidades indígenas e outros espaços de uso comunitário.

Outra iniciativa de destaque no Brasil é a licitação de radiofrequências para o 5G. O modelo não arrecadatório adotado prevê investimentos em infraestrutura de comunicações, contribuindo para a redução dos desertos digitais. A pasta terá foco em ações para ampliação da conexão em escolas públicas.

Atualmente,78,3% da população brasileira têm acesso à internet. O Brasil é o 5º país mais conectado do mundo e o 3º em uso médio diário de internet. No entendimento do ministro, a transformação digital inclusiva é fundamental para a recuperação sustentável da economia dos países pós pandemia de covid-19.


Cliente Arko fica sabendo primeiro

Assine o Arko Private, serviço Arko para pessoa física, e tenha acesso exclusivo a um canal privado de interatividade e alertas em tempo real, além de relatórios, Lives Exclusivas e eventos especiais com figuras notáveis da nossa rede de contatos.