Ricardo Stuckert

Em coletiva de imprensa realizada nesta sexta-feira (8) em Brasília, o ex-presidente Lula disse que ainda não está candidato, e que deve decidir sua candidatura no início do próximo ano. Lula disse ainda estar na fase de conversas com parlamentares e que pretende ouvir empresários e representantes da sociedade nos próximos meses. “Tenho conversado com todas as forças políticas. Consertar esse país não é tarefa exclusiva de um único partido político”, defendeu.

Sobre as eleições e possíveis candidatos à presidência em 2022, ele acredita que os partidos devem ter espaço para lançar seus candidatos.  “Tem a candidatura do Bolsonaro que será competitiva porque ele está com a máquina pública e tem a minha candidatura, que ainda não está colocada, mas que também acho competitiva. Tem outros partidos que ainda estão se colocando e eu acho isso ótimo”, disse Lula. 

Na ocasião, Lula também falou do retorno da fome no cenário nacional e criticou a fala do presidente Bolsonaro feita ontem (7) sobre um possível desabastecimento em 2022. “Ele deveria estar apresentando um programa com os produtores rurais. Ele joga a culpa em cima dos fertilizantes, talvez não tenham dito para ele que as nossas fábricas de fertilizantes foram desativadas”, disse.

Sobre a economia, o Lula disse que é preciso credibilidade. “A questão econômica a gente resolve tendo credibilidade. Por isso uma coisa que para a gente é prioritária, é recuperar o prestígio internacional do Brasil e nossas relações internacionais”, disse.

Lula cumpre agenda de visitas em Brasília desde segunda-feira e retornou à São Paulo nesta sexta-feira. 

 


Cliente Arko fica sabendo primeiro

Assine o Arko Private, serviço Arko para pessoa física, e tenha acesso exclusivo a um canal privado de interatividade e alertas em tempo real, além de relatórios, Lives Exclusivas e eventos especiais com figuras notáveis da nossa rede de contatos.